Como se tornar um corretor de seguros?

Como se tornar um corretor de seguros?

Atuar em um mercado que cresce dois dígitos é uma oportunidade promissora para quem deseja construir uma carreira de sucesso. A profissão de corretor de seguros de vida e previdência é uma boa alternativa para quem busca uma porta de entrada que ainda conjugue flexibilidade de horário e retornos de acordo com o esforço pessoal. Responsáveis por 40% das vendas de seguros no Brasil, os corretores são o principal canal de distribuição desses serviços financeiros, num mercado que cresceu 22,4% em volume de receitas somente nos três primeiros meses de 2015, de acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão que regula e fiscaliza o setor de seguros no Brasil.

Nível de escolaridade

Para se tornar corretor de seguros, o primeiro passo é ter diploma de ensino médio e 18 anos completos. Em seguida, é preciso realizar o Exame Nacional de Habilitação Técnico-Profissional para Corretor de Seguros da Susep para, uma vez aprovado, exercer a função, ou seja, ser o intermediário entre a seguradora e o cliente nos contratos de seguro.

A prova de certificação da SUSEP

A prova da Susep é composta por perguntas de 13 disciplinas e é preciso que o candidato alcance um aproveitamento mínimo de 70% para receber a certificação em técnico de corretor de seguros de vida e previdência. Quem não obtiver o resultado para a certificação tem direito a realizar uma prova de recuperação, que terá como foco as disciplinas nas quais o candidato não alcançou o resultado mínimo para aprovação.

Esse novo exame será realizado com intervalo de 15 dias da primeira prova e também exige rendimento superior a 70% para a certificação.

Veja abaixo as 13 disciplinas da prova:

  • Teoria Geral do Seguro
  • Legislação e Organização Profissional
  • Direito do Seguro
  • Seguro de Pessoas
  • Previdência Complementar
  • Capitalização
  • Estratégias de Comercialização
  • Ética Concorrencial
  • Matemática Financeira
  • Mercado Financeiro
  • Introdução à Atuária e Precificação do Seguro
  • Noções de Gestão Empresarial
  • Noções de Informática

Curso preparatório

Para se tornar um corretor de seguros, é preciso ter dedicação e, ainda, estudar bastante. A Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg) dispõe de um curso preparatório para o profissional que deseja se tornar corretor de seguros, que consiste em estudo presencial ou online através de apostilas sobre as disciplinas da prova de habilitação. O curso tem aproximadamente nove meses de duração e é dividido em três fases e sete módulos. Veja abaixo:

Fase 1 – Capitalização

Módulo 1 – habilita o profissional para atividade de corretagem de Capitalização

Fase 2 – Seguros de Vida e Previdência

Módulos 2 e 3 – habilita o corretor a operar, além de Capitalização, Seguro de Vida e Previdência

Fase 3 – Demais ramos de Seguros

Módulos 4 a 7 – habilita a comercialização de todos os ramos de seguros

Uma opção é o programa oferecido pela Mongeral Aegon, seguradora pioneira no Brasil em disponibilizar um curso para corretores de seguros e previdência, elaborado pela sua Universidade Corporativa em parceria com a Funenseg. De acordo com Patrícia Campos, superintendente de educação corporativa da empresa, o investimento é feito há mais de uma década porque a Mongeral Aegon acredita que é seu papel investir na formação de bons profissionais, que sejam capazes de atender os clientes com a qualidade e a responsabilidade que requer a profissão.Saiba como fazer parte das turmas oferecidas pela empresa.

Mais do que comercializar um produto ou um serviço, a atividade do corretor de seguros tem um caráter social importante, pois protege as pessoas dos chamados riscos sociais aos quais estão expostas. O seguro de vida tem como objetivo reduzir o impacto financeiro da família na falta do segurado ou em sua incapacidade temporária ou permanente de gerar receitas. Já o plano de previdência busca possibilitar a manutenção da renda para uma aposentadoria tranquila, ou para a realização de projetos de longo prazo.

Como começar na profissão

Um corretor de seguros de sucesso é aquele que possui uma boa rede de relacionamento e que, a partir dela, constrói contatos e indicações. Para começar, o indicado é partir da sua própria rede de familiares, amigos e conhecidos e avaliar aqueles que são clientes potenciais, os chamados prospects.

Conversar com cada um para apresentar as soluções com as quais trabalha, ajudá-los a identificar riscos aos quais estão expostos e quem podem ser protegidos financeiramente por seguros e previdência, atendê-los de forma satisfatória e, assim, buscar novas indicações, é o ciclo virtuoso de um corretor de seguros, que, desta forma, construirá sua carteira de clientes. Trata-se de uma profissão que depende exclusivamente da dedicação, do empenho e da disciplina de cada um para a composição de uma sólida carteira de clientes e, consequentemente, a geração de ganhos financeiros.

  • Publicado

    10 de setembro de 2015

  • Categoria

    Carreira