O que é um corretor de seguros?

O que é um corretor de seguros?

Atuar num mercado que vem crescendo de forma sustentada, possibilita flexibilidade total de horários e os ganhos são resultado somente do seu empenho pessoal. O que pode parecer propaganda de uma carreira impossível é a definição do que é ser um corretor de seguros.

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o corretor de seguros é um profissional autônomo, habilitado e autorizado a promover contratos de seguros, sendo remunerado por meio de comissionamento.

Qual a função de um corretor de seguros?

O corretor de seguros é o consultor e mediador, que visa entender os interesses do consumidor, estudar suas necessidades e oferecer as melhores alternativas de produtos e de coberturas, levando segurança e tranquilidade financeira através de uma apólice de seguros e/ou de um plano de previdência privada.

Intermediar a relação entre segurado e seguradora

O corretor de seguros é a pessoa necessária para promover, intermediar e estabelecer o contato e a relação entre o segurado e a seguradora. A sua função é acompanhar e estar ao lado do cliente em todas as situações, tais como dúvidas sobre o contrato, coberturas existentes e até mesmo na hora de solicitar o benefício quando ocorrer o sinistro.

Um corretor de seguros também tem como papel fundamental orientar e defender os objetivos do cliente. Por este motivo, a legislação brasileira determina que não deve haver vínculo empregatício deste profissional com qualquer seguradora.

Como se tornar um corretor de seguros

O primeiro passo para se tornar um corretor de seguros é ter o registro da Susep, que regulamenta o exercício da profissão. Para se candidatar a esta profissão, é preciso ter, no mínimo, diploma de ensino médio e 18 anos completos. Devidamente habilitado e autorizado, o profissional está apto a procurar seguradoras com quem deseja trabalhar para compor seu portfolio de produtos. Saiba mais sobre como se tornar um corretor de seguros.

Confira 5 vantagens de se tornar um corretor de seguros:

1. Ganhos financeiros proporcionais à produtividade.

2. Autonomia para administrar o próprio negócio.

3. Oportunidade de empreender sem investimento financeiro inicial.

4. Possibilidade de atuar em vários nichos de mercado e de perfis de clientes.

5. Flexibilidade de administração do tempo.

Ficou interessado em se tornar um corretor de seguros? Saiba também sobre como está o mercado de seguros de vida e de previdência e as oportunidades para atuar.

  • Publicado

    10 de setembro de 2015

  • Categoria

    Carreira